Características Físicas do som
Altura

Está relacionada a frequência e não a intensidade.

– Quanto maior a frequência – Maior a altura – Som é mais agudo.

– Quanto menor a frequência – Menor a altura – Som é mais grave.

  • As notas musicais

São sons que ao longo do tempo foram catalogados por suas frequências serem agradáveis de se ouvir, as notas são:

Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si,

Haverá uma repetição de sons, cujas frequências serão harmônicas (múltiplas) da frequência natural.

Dó grave – Dó agudo : O dó agudo é múltiplo, isto é, a frequência é uma harmônica.

A essa separação de frequência, denomina-se oitava (pois o dó agudo, é a oitava nota após o dó grave)

Timbre

É a característica que permite a distinção de sons entre emissores diferentes…

Exemplo: uma canção cantada por uma mulher e um homem ao mesmo tempo, por mais que ambos executem as mesmas notas é fácil perceber as vozes diferentes pois elas tem timbres diferentes.

Da mesma sorte, se um violino e uma flauta tocam uma mesma sinfonia executando a mesma voz, é nítido a diferença entre os sons, pois os instrumentos tem timbres diferentes.

Duração

A duração do som também define a onda sonora. Pulsos (ondas de curta duração) emitidos no ar tendem a sumir rapidamente; já, se emitidos na água, tendem a durar um tempo maior; em um metal sólido, tendem a durar mais ainda.

Intensidade

A intensidade do som, essa sim está relacionada ao volume, e pode ser calculada por:

A Unidade é W/m2

  • A intensidade em Decibéis:

Como a faixa de frequência audível é bem extensa, seria muito difícil a representação no eixo cartesiano, por isso usamos a escala logarítmica e a unidade da intensidade é o Decibel.

Em que:

I0 é o limiar de audibilidade, é a intensidade mínima que pode ser ouvida pelo ouvido humano e vale:

O limiar de dor é quando I vale 10^0.

Deixe uma resposta